Notícias - Eventos

25 MAI

Procura por viagens volta a crescer, mas pacote turístico fica mais enxuto

Apesar da ainda lenta recuperação da economia brasileira, o setor de viagens começa a registrar sinais de retomada na venda de pacotes turísticos para destinos nacionais e internacionais e também nas viagens corporativas. A Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) passou a projetar uma alta de 10% a 12% nas vendas em 2017. Já a Associação Brasileira das Operadoras de Viagens Corporativas (Abracorp) espera uma alta de ao menos 5% após 2 anos seguidos de queda (em 2016, as vendas caíram 6,5% ante 2015).

"Janeiro e fevereiro ainda foram meses ruins, mas percebemos um reaquecimento no número de viagens em março. Eventos que estavam engavetados voltaram a acontecer e o mercado realmente voltou", afirma Rubens Schwartzmann, presidente do Conselho de Administração da Abracorp e diretor-geral da Costa Brava Viagens. "Março foi o melhor mês da nossa história e fechamos o 1º trimestre com um crescimento de 21% nas vendas".

Segundo o presidente da Abav, Edmar Bull, outros fatores que também vêm contribuindo para uma maior procura por viagens estão o maior número de feriados prolongados em 2017 (9 no total), os saques das contas inativas do FGTS, o dólar mais estável e, sobretudo, a capacidade de adaptação do brasileiro.

O Ministério do Turismo estima que somente as viagens nos fins de semana prolongados injetarão R$ 21 bilhões a mais na economia neste ano. Outros R$ 1,6 bilhão de recursos extras deverão vir dos saques das contas inativas do FGTS, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV).

Fonte: http://g1.globo.com

 

VOLTAR